quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Coluna do dia 11/10/18

***Nova temporada do espetáculo, Num Lago Dourado***


Crédito da foto: João caldas.

***Ary Fontoura e Cléo Ventura emprestam seu carisma e talento aos protagonistas de um belíssimo texto que traz em seu enredo temas universais como amor, amizade e diálogo, num contexto bem conhecido: a família, onde tudo é possível acontecer.

Clássico do cinema internacional, com Henry Fonda, Katharine Hepburn e Jane Fonda, Num Lago Dourado conta a história de Norman Thayer (Ary Fontoura), um professor aposentado que, prestes a completar 80 anos, vai com sua esposa Ethel Thayer (Cléo Ventura) passar as férias em sua casa de verão às margens do paradisíaco “Lago Dourado”, onde a única visita que recebem é a do carteiro Charlie (Fabiano Augusto).

Depois de alguns dias, chega Chelsea (Tatiana de Marca), a filha do casal, que sempre manteve uma relação muito tensa com o pai, em companhia de seu futuro marido Bill Ray (André Garolli) e de seu enteado Billy Ray Jr (Lucas Abdo).

Inicialmente, Norman se incomoda com a presença do jovem, mas, em pouco tempo, o garoto se torna o filho que ele nunca teve. Esses são os ingredientes de Num Lago Dourado, espetáculo que além de falar sobre o amor na terceira idade, ressalta a importância dos valores familiares e do encontro real.

A redescoberta do amor entre pai e filha, a busca incessante pelo diálogo e pelo entendimento, o saber ouvir e ser ouvido. No meio desse turbilhão de sentimentos e emoções, um garoto ensina a todos o valor de uma grande amizade. E como o amor não tem idade... Com direção de Elias Andreato, a peça traz a possibilidade de comover e fazer rir qualquer espectador ávido por um bom texto e uma linda história de amor.

Sinopse reduzida - Um casal de terceira idade vai para casa de campo em férias e recebe a visita inesperada da filha, com quem o pai tem uma relação cheia de conflitos. A filha e o namorado pretendem viajar pela Europa e deixar o enteado sob os cuidados dos pais.

Serviço: Num Lago Dourado Teatro Novo (497 lugares) Rua Domingos de Moraes, 348 - Vila Mariana 100 metros da Estação Ana Rosa Informações: (11) 3542-4680 Bilheteria: terça a quinta, das 14h às 19h; sexta a domingo a partir das 14h. Acessibilidade para cadeirantes. Estacionamento conveniado: R$ 20. Flat’s Estacionamento – R. Domingos de Moraes, 343 (em frente ao teatro). Geh Estacionamento – R. Azevedo de Macedo 48 Vila Mariana - Vendas: www.ingressorapido.com.br. Sexta e Sábado às 21h | Domingo às 18h - Ingressos: Sexta R$ 70 | Sábado e Domingo R$ 80 Duração: 90 minutos Classificação indicativa: 10 anos Gênero: comédia romântica Estreou dia 08 de Abril de 2017 no Teatro Renaissance em SP Reestreia dia 19 de outubro de 2018 - Temporada: até 16 de dezembro.

***Yuja Wang encanta Curitiba***


Crédito da foto: Diego Wladyka.

Na foto, ao centro, o produtor do espetáculo, Steffen Dauelsberg, diretor da Dell' Arte.

***O vice-presidente do Grupo Positivo, Lucas Guimarães, recebeu nos palcos do Teatro Positivo a pianista chinesa Yuja Wang. Celebrada como um dos fenômenos da atualidade, ela fez apresentação única no último sábado, 6 de outubro.

O espetáculo de tirar o fôlego foi mais um dos concertos promovidos pela Dell'Arte e patrocinados pelo Grupo Positivo como parte das comemorações dos 10 anos do Teatro Positivo. Yuja Wang é considerada pela crítica especializada internacional como um gênio e a grande sensação do piano nos últimos anos.

Natural de Pequim, a pianista faz o palco parecer seu elemento natural. Não à toa, é também reverenciada como um ícone de elegância no mundo da moda e um fenômeno nas redes sociais. Dando prosseguimento ao projeto Concertos Positivo, dia 5 de novembro, o Teatro Positivo recebe a Orquestra de Câmara de Viena, com Stefan Vladar (regência e piano).

***Viccenza do ParkShopping Barigüi será modernizada***


Crédito da foto: Priscilla Fiedler.

***Com objetivo de modernizar o seu espaço, na próxima quarta-feira (10), a Viccenza do ParkShopping Barigüi irá fechar para reforma. Enquanto isso, a loja do Pátio Batel estará de portas abertas para receber os clientes. “Já estamos na expectativa para reabrir a Viccenza do ParkShopping Barigüi e mostrar todas as novidades que vamos implementar.

Tudo foi pensado com muito carinho, justamente para oferecer um espaço moderno, bonito e ainda mais acolhedor”, afirma a empresária Tania Vicenzi, da Viccenza. A Viccenza do ParkShopping Barigüi permanecerá em funcionamento até dia 09, terça-feira. A previsão de retorno é para o mês de novembro. Para dúvidas e mais informações: (41) 99679-0193.

Serviço: Viccenza Pátio Batel Segunda a sábado: das 10h às 22h Domingo: das 11h às 22h Endereço: Avenida do Batel, 1868 , Batel, Curitiba Saiba mais: facebook.com/ViccenzaJoias.

Sobre a Viccenza - Viccenza é uma joalheria genuinamente curitibana que tem na celebração a linha de inspiração para suas joias e o marcante estilo de atendimento que criou, muito pessoal trazendo intimidade na experiência de compra. Viccenza na internet: www.viccenza.com.br.

***Raine Holtz traz música folclórica mediterrânea ao Paço da Liberdade***


Crédito da foto: Divulgação.

***Quem gosta de música folclórica vai se emocionar com o show da cantora e compositora Raine Holtz, autodidata em diversos instrumentos musicais, entre eles a incomum viela de roda, que leva o público em uma viagem aos países do Mediterrâneo. O show acontece no Paço da Liberdade no sábado, 20/10 às 17h, e a entrada é gratuita.

Raine tece uma musicalidade excêntrica e bastante multifacetada, influenciada pelos mais distintos polos, como música clássica, folk tradicional europeu, oralidades brasileiras e música mediterrânea. A viela de roda, instrumento de origem medieval característico de Raine, permeia a maior parte de suas composições. Como uma musicista de saltimbancos, Raine tornou-se figura conhecida nos pontos turísticos de Curitiba.

A viela de roda - A viela de roda é um dos instrumentos musicais mais raros do mundo, contando com uma comunidade pequena, embora crescente no Brasil, sendo a artista uma das pioneiras em seu uso na atualidade nacional. Originada provavelmente das vielas de arco europeias e do Oriente Médio, os primeiros registros da viela de roda datam do século IX, ilustrada nas iconografias das igrejas de Santiago da Compostela em sua forma mais primitiva, o organistrum, grande instrumento musical tocado por duas pessoas sentadas.

Com o passar do tempo, ele foi adaptado para o uso de apenas um instrumentista, e se tornou popular objeto do tradicionalismo camponês europeu. Comum na música tradicional de países como França, Espanha, Hungria e também na Galícia, teve seu auge definitivo no período Renascentista, quando foi tomada pela corte francesa, como um dos diversos símbolos do resgate bucólico estético em que viviam, e sofreu grandes alterações em sua construção para se tornar o que conhecemos e reproduzimos hoje.

Durante a Revolução Francesa, a viela de roda quase encontrou seu fim e pouquíssimos registros permaneceram no país. Atualmente, poucos e dedicados músicos espalhados pela Europa e Estados Unidos ainda recriam a viela de roda seguindo diversos moldes históricos e regionais, disponibilizando este curioso costume musical para músicos empenhados em pesquisas históricas e recriações medievais.

Sobre Raine Holtz - Raine Holtz é a idealizadora e compositora por trás do projeto Through Waves, criado em 2006 como uma ferramenta autoterapêutica como uma íntima documentação sobre a constante busca de autoconhecimento da artista. Cantora, vielista autodidata e artista de rua, ela aprendeu a tocar diversos instrumentos musicais para criar sua arte e fundou seu selo independente The Schooner Harbour aos 16 anos de idade em 2006. Estudante de ballet clássico, mãe de um cão Shiba Inu, Kitsu, ela transicionou aos 22 anos de idade e permanece a única mulher trans do país a tocar viela de roda.

Discografia - Eidolon é o quarto e último álbum lançado por Through Waves, através de um bem-sucedido financiamento coletivo em 2016. Uma longa e curiosa história sobre uma mulher isolada do convívio de seu povoado por ser considerada uma aberração (uma alusão à "condição trans" da autora), Eidolon é a obra-prima do projeto musical de Raine. Despido dos excessos musicais presentes em Schadenfreude e Confluence: the Rivers of Sorrow e da contemplação abstrata de Santuário, o álbum é esculpido com muita atenção e cuidado, imerso em referências musicais folclóricas com sua roupagem primariamente acústica e direta.

Confluence: the Rivers of Sorrow é o terceiro álbum oficial do Through Waves, lançado em 2015 através de um bem-sucedido financiamento coletivo na internet. A proposta musical iniciada em Santuário, de 2012 e refinada na sinfonia monstruosa de Schadenfreude de 2013 atinge seu ápice em Confluence: the Rivers of Sorrow. Aqui, Raine canta de modo objetivo e maduro com sua voz em transição, usando os mais diversos instrumentos acústicos e atmosferas eletrônicas. Um conto de um espírito que vem ao mundo desde seu nascimento até sua morte voluntária, Confluence é uma obra-prima de musicalidade e lirismo.

Schadenfruede é o segundo álbum oficial do Through Waves, lançado em 2013. Expandindo a musicalidade folclórica de Santuário, o álbum que o precede, Schadenfreude é uma obra extensa, tendo suas 24 canções divididas em duas partes, ou tomos: o tomo I, My Embellished Scars e o tomo II, An Eerie Countenance. O álbum foi criado a partir das relações externas da vida da autora, em contrapartida de seu trabalho anterior, que trata de introspecção e evolução pessoal.

Santuário é o primeiro álbum oficial lançado pelo Through Waves, em 2012. Uma profunda contemplação espiritual, Santuário é um lar para as dores do mundo, criado por Raine como um refúgio para sua preparação emocional e física, e subsequente transição de gênero. Com canções vivas e assombrosas, o álbum é repleto de influências folclóricas de diversas culturas do mundo, relidas com o uso de instrumentos acústicos e antigos e ambientações vindas dos confins do darkwave dos anos 80. Em um poderoso, mas delicado exorcismo, Raine canta em uma língua desconhecida, própria, um segredo que apenas a água conhece, e nos leva em uma viagem para além dos portões da carne, em busca das outras esferas.

***No embalo do lançamento do terceiro álbum Rodrigo Vellozo apresenta novo single***


Crédito da foto: Divulgação.

***Rodrigo Vellozo está prestes a lançar seu terceiro álbum ‘Cada lugar na sua coisa’, que contou com a direção artistica de Marcus Preto. Como aperitivo, chega para degustação o single de ‘Tão fácil’. A escolha da canção tem motivo sentimental para Rodrigo. “Fui criado no Rio de Janeiro, e quando eu era pequeno a Marina era a maior diva.

Uma espécie de Madonna carioca, descolada, uma artista genial”, conta o cantor e ator. A música, na versão de Rodrigo ficou “um pouco menos rock e mais blues”. O trompete de Paulinho Viveiro faz o dueto com o vocal sutil, quase falado de Rodrigo. Já o videoclipe de ‘Tão fácil’ chega com uma versão 360, que permite ao espectador assisti-lo com óculos de realidade virtual ou no celular escolhendo os trechos que quer ver.

O filme, gravado em um quarto de hotel, em preto e branco, mostra, de maneira sutil, duas facetas de uma pessoa em conflito. O roteiro é de André Vancellote (irmão de Rodrigo) e a direção do paulista Hebert Bianchi.

Carreira - Rodrigo é um artista que vem desenvolvendo carreiras na música e no teatro. Ele lançou seu primeiro álbum ‘Samba de Câmara’ em 2009. O segundo álbum ‘Como é Bonito, Benito’ (2013) era um tributo aos quarenta anos de carreira de seu pai, Benito Di Paula. O recente mergulho na carreira de ator de teatro, em peças como ‘Fricção’ (Plínio Marcos), ‘Henrique V’ (Shakespeare), ‘Senhor das Moscas’ (William Goulding) e, sobretudo, no show solo ‘Trágico’, que promovia uma mistura de teatro e música com direção de Renato Andrade, trouxeram uma necessidade de busca pela renovação da carreira musical.

‘Cada Lugar Na Sua Coisa’ - O novo álbum é o resultado de um processo de troca que se estabeleceu de maneira natural entre Rodrigo, Marcus Preto e Alexandre Fontanetti. A banda Cosmopolita, trazida por Fontanetti e formada por Zé Ruivo (teclados, órgão e piano elétrico), Gustavo Sato (baixo), Dani Andreotti (guitarras) e Bruno Tessele (bateria), trouxe o frescor e as possibilidades de criação de um grupo que toca junto há algum tempo.


As bases foram gravadas em dois dias de sessões em que a banda tocava “ao vivo”, como num show. “Com aquele fogo, aquele acontecimento de uma banda tocando ao vivo. E uma banda que já toca muito bem junta”, diz Fontanetti. Assista aqui o clipe de “Tao Facil”: https://youtu.be/Xxn8LUOoMx0 - Link do YouTube do clipe versão 360: https://youtu.be/h4tf6pBrRr8

***Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta concerto com tesouros perdidos da música erudita***


Crédito da foto: Divulgação.

***O próximo concerto da OSP, domingo, 21/10, às 10h30, se chama Os Tesouros Perdidos. Este nome não foi escolhido à toa pelo maestro-titular Stefan Geiger. “Neste concerto, teremos obras que ficaram desaparecidas por anos e agora foram redescobertas”, disse o maestro. O programa do concerto, que será realizado no Guairão e terá regência do maestro convidado Raphael Haeger, inclui três obras.

A mais curiosa delas talvez seja a segunda música do concerto: a Canção Fúnebre, de Igor Stravinsky. Composta em homenagem ao seu mentor e apresentada uma única vez, em junho de 1909, suas partituras se perderam em meio à Revolução Russa. Apesar do grande interesse de muitos músicos russos em descobrir o paradeiro da obra, apenas em 2015, 107 anos depois, um bibliotecário do Conservatório de Moscou encontrou algumas partes atrás de um piano, em meio a vários outros documentos antigos.

A musicóloga Natalya Braginskaya, especialista em Stravinsky, a reconheceu oficialmente como a obra perdida. A história da Sinfonia Nº 1 em Ré Menor, de Rachmaninoff, terceira música do concerto, é parecida. Considerada um fracasso na sua época de estreia, o compositor abandonou as partituras em Moscou em 1917. Cerca de 30 anos mais tarde, a obra foi encontrada no Conservatório de Leningrado (São Petesburgo), mas só foi apresentada novamente na versão original em 1972.

Para abrir este programa de joias perdidas, foi escolhida a música Conto de Fadas de Inverno, de Josef Suk. Inspirada em um conto de Shakespeare, é uma obra que vem ganhando reconhecimento nos últimos anos, sendo considerada por alguns críticos como o auge da carreira de Suk, apesar de ter sido escrita quando ele tinha apenas 20 anos. Os ingressos para o concerto Os Tesouros Perdidos, da Orquestra Sinfônica do Paraná, já estão à venda na bilheteria do teatro e pelo Disk Ingressos. Os valores são de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Sobre o maestro Raphael Haeger Raphael Haeger é alemão e percussionista na Orquestra Filarmônica de Berlim desde 2004. Ele é mestre em regência pela Hanns Eisler Academy for Music e já trabalhou como maestro com as orquestras Neubrandenburger Pilharmonie, Brandenburger Symphonikern, dentre outras. 

Serviço: Concerto Os Tesouros Perdidos Domingo, 21/10, às 10h30 Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

***Bienal de Curitiba comemora 25 Anos de história com programação em vários espaços da cidade***


Crédito das fotos: Divulgação.

***Referência em arte contemporânea, sendo reconhecida pela imprensa especializada como um dos principais eventos de arte do circuito mundial, em 2018 a Bienal de Curitiba completa 25 anos de história com uma programação, do dia 18 de outubro a 30 de dezembro de 2018. O evento visa presentear Curitiba com mais um recorte da arte contemporânea mundial, como forma de relembrar a história da Bienal. A abertura oficial será no dia 18 de outubro, às 19h, no Museu Oscar Niemeyer; a cerimônia é livre para todos os públicos e a entrada é gratuita. A programação completa das exposições pode ser conferida online, nos sites e redes sociais da Bienal de Curitiba.


Diversos espaços culturais da cidade, públicos e privados estarão participando da programação da Bienal, com intervenções urbanas e exposições em espaços culturais, museus e galerias de arte. Nesta edição, haverá uma intervenção pelos ônibus da Rede Integrada de Transporte Urbano e terminais de ônibus com exibição de obras de videoarte, aproximando a arte do cotidiano dos curitibanos e visitantes da Bienal. Também integra a programação o SABRA - Festival de Arte Brasil x Israel 2018, o Circuito de Ateliês, Circuito de Galerias e o Gallery Night. O Museu de Arte Contemporânea de Cascavel também faz parte da programação.

Programação no Mon

Exposição “Leonardo Kossoy” - Com curadoria de Tereza de Arruda e instalada na Sala 09 do MON, a exposição do renomado artista Leonardo Kossoy apresenta quatro segmentos de seu trabalho recente. São fotografias dos projetos “Waterscapes”, de 2007, e “OnlyYou”, de 2014, além das séries inéditas “Inventário do Mundo” e “Caindo no inferno da imagem”. As obras de Leonardo Kossoy conquistaram grande reconhecimento e destaque da crítica especializada nacional e internacional.

Exposição “Acordos Tácitos” - Com curadoria de Tício Escobar e curadoria adjunta de Brugnera, “Acordos Tácitos” apresenta artistas de destaque que já passaram por edições anteriores da Bienal. Esta exposição reúne obras de diferentes artistas em espaços diferentes do MON, porém interligados.

Performance “Oito Visões”, de H-AL e Curitiba Cia de Dança - Ainda sob a curadoria de Tício Escobar e curadoria adjunta de Brugnera, a performance “Oito Visões” será apresentada na noite de abertura da Bienal de Curitiba 2018, a partir das 21h, na rampa de acesso do bloco principal do MON. A performance é uma criação de H-ALe com a participação da Curitiba Cia de Dança.

Exposição “Dragão Floresta Abundante - A Aventura de Christus Nóbrega na China” - Baseada na residência de Christus Nóbrega em Pequim, China, a mostra multimídia apresentada na Sala 09 do bloco principal do MON, traz o olhar do artista sobre a cultura chinesa, explorando a imagem por meio da excepcionalidade de seu caráter de vertigem.A curadoria é da historiadora da arte Renata Azambuja.

Fábrica de Pipas - Integrando também a exposição “Dragão Floresta Abundante”, de Christus Nóbrega, o público visitante poderá conferir duas obras que dialogam diretamente com os trabalhos expostos na Sala 09. No subsolo do bloco principal do MON, em frente ao pátio de esculturas, haverá a instalação “Fábrica de Pipas”. A proposta do artista é convidar as pessoas para entrarem na “fábrica”, vestirem uniformes e produzirem pipas, como se fossem trabalhadores de uma fábrica de pipas da China.

“Rayuelarte”, de Marta Minujín e Patrícia Pellegrini - A obra “Rayuelarte”, trazida para a Bienal de Curitiba 2018 | 25 Anos pela escritora argentina Patricia Pellegrini, tem como inspiração a obra de Marta Minujín, criada para homenagear o livro que carrega o mesmo nome, do autor Julio Cortázar. A obra propõe que visitantes joguem “jogos da amarelinha” em espaços públicos, tendo contato direto com a arte.Pellegrini trabalha com arte e educação e irá lançar o livro “História para crianças” na Bienal de Curitiba 2018.

“Seranum”, de Eliane Prolik - De 18 a 21 de outubro o público poderá conferir no vão livre do MON a obra “Seranum”, de Eliane Prolik. A instalação conjuga o plural de suportes de soro e luminárias circulares em justaposição. Objetos ligados e acesos, em funcionamento que instalam uma espécie de vigília, com visões e ativações visuais que atravessam o espaço do museu. A curadoria é assinada pelo espanhol Adolfo MontejoNavas.

Programação no Museu Paranaense: Lívio Abramo - A partir da arquitetura antiga dos povos paraguaios, as poderosas xilogravuras de Lívio Abramo desenvolvem linhas firmemente estruturadas. Essa imagem, quase geométrica em seu contorno, opõe-se às formas soltas de uma figuração aberta para representar cenas urbanas e personagens de seus últimos anos de permanência no Brasil, quando Lívio explorou o potencial expressionista e fantástico da xilogravura. Lívio Abramo é gravador, desenhista e pintor brasileiro de renome internacional.

Programação na Biblioteca Pública do Paraná - Durante a Bienal, o público poderá conferir três exposições na Biblioteca Pública do Paraná. Localizadas no primeiro andar da biblioteca e com curadoria de Brugnera, as exposições são de gravuras feitas pelos principais artistas gráficos, cartunistas e ilustradores do país para a seção retrato do jornal Cândido, um apanhado de 45 edições demonstrando a pluralidade de estilo entre os artistas. Haverá também uma exposição do artista modernista Meyer Filho, com diversas de suas gravuras em preto e branco.

Programação no Hall da Secretaria de Estado da Cultura - Na sala de exposições da Secretaria de Estado da Cultura, o público pode conferir as obras dos artistas Emerson Persona e Marcos Bento. A Curadoria é de Brugnera.

Programação no Espaço Cultural do Consulado do Paraguai - Em junho deste ano foi inaugurada no Espaço Cultural do Consulado do Paraguai, a exposição “Arte do Paraguai Hoje”, uma mostra coletiva reunindo artistas renomados como Bernardo Krasniasky, Fredi Casco, Julia Isidrez, Mercedes Noguera, Ediltrudis Nogueira. Além de obras dos artistas Alcides Acosta, Cándido Rodriguez, Juana Rodríguez, Orrego Páez, Zenón Páez e outros autores anônimos, trazendo ao público uma parcela da riqueza da arte sacra paraguaia, baseada na talha em madeira. A curadoria é de Tício Escobar e estará disponível durante toda programação da Bienal de Curitiba. Para conferir a exposição, basta ir ao Consulado do Paraguai em Curitiba (Rua Benjamin Lins, 935, Batel) das 18h30 às 21h.

Programação Internacional - Além da programação em Curitiba e Cascavel, a Bienal de Curitiba possui mostras na Argentina e no Paraguai. Elas podem ser conferidas no MuseoCaraffa em Córdoba, com obras de André Nacli (AR) e no Espaço Cultural da Embaixada do Brasil (exposição de Guita Soifer e Lucinda Simas Magalhães), FundaciónTexo, Museodel Barro e o Museo Nacional de Bellas Artes (exposição de Paz Encina) em Assunção (PY).

Realização: Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura Municipal de Curitiba, Museu Oscar Niemeyer, Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Paraná, Ministério da Cultura do Governo Federal. Apoio: URBS. Patrocínio: Copel, Sanepar, PG Mais, Itaipu Binacional, Furnas, Rumo, Arterial, Sunew, Centro Cultural Banco do Brasil. Construtora da Bienal: Cima Engenharia. Serviço: Bienal de Curitiba 2018 | 25 Anos Data: de 18 de outubro a 30 de dezembro de 2018 Para mais informações sobre a programação, acesse o Facebook da Bienal de Curitiba (/BienaldeCuritiba) e o perfil da Bienal no Instagram @bienaldecuritiba.

***Colorindo a casa - Com a chegada da primavera, a arquiteta Ana Johns dá dicas para deixar seu lar no clima da estação***


Crédito das fotos: Divulgação.

***A chegada da primavera no hemisfério sul, no dia 22 de setembro, também marca o aumento das temperaturas, a maior incidência de luz solar, além da floração de diversas espécies de plantas. Na decoração, é possível utilizar pequenos artifícios para deixar a casa mais alegre com a troca de estação, como roupas de cama estampadas, almofadas de cores intensas, e vasos por toda à parte. A arquiteta Ana Johns, à frente do escritório Ana Johns Arquitetura, dá algumas dicas simples para mudar o visual do seu lar neste período do ano.


Invista em cores vibrantes, principalmente o verde - A sobriedade do inverno sai de cena, para que as cores invadam os espaços. Tons vibrantes são uma boa escolha. O verde, por exemplo, entra como cor de destaque por remeter à vegetação. “Lembrando que esta cor, em suas diferentes tonalidades, está muito em alta este ano”, acrescenta a arquiteta.


Brinque com as estampas em tecidos leves - Mudando apenas a roupa de cama, ou algumas almofadas do sofá, já é possível dar uma sensação totalmente diferente ao ambiente. “Minha sugestão são as estampas florais ou com tema de borboleta, que também remete à primavera. Substituir mantas e peças em lã por tecidos mais leves, como algodão e linho, também proporciona um frescor ao espaço”, acredita.


Plantas e flores por toda a casa - Nada melhor do que aproveitar a estação das flores para estar rodeado delas, não é mesmo? Neste caso, é preciso analisar as necessidades de cada espécie para inseri-las em um local adequado com relação à iluminação e umidade. “Uma dica é montar pequenas hortas, que trazem as cores, aromas e sabores da estação e, ao mesmo tempo, servem como elementos decorativos em cozinhas, áreas gourmet e varandas”, sugere a profissional.


Use e abuse das áreas externas - Aposte em plantas que tragam vida para estas áreas, com uma mescla de tons de verde além das flores. “Espaços ao ar livre, como decks e varandas, podem ser planejados para receber móveis de área externa, onde é possível ter contato com essa vegetação, além de aproveitar os dias de sol com temperaturas agradáveis que a estação traz”, finaliza.

Sobre Ana Johns Arquitetura: Ana Johns é arquiteta e urbanista formada pela Universidade Positivo e mestre em Sustentabilidade e Arquitetura Nórdica pela Universidade de Aalborg, na Dinamarca. Com experiência no ramo desde 2008, a profissional já desenvolveu trabalhos internacionais - no escritório Carvalho Araújo, em Portugal - além de atuar em diversos escritórios renomados em Curitiba, como o Maganhoto e Casagrande onde exerceu a função de gerente de projetos na área de arquitetura de interiores.

Com essa visão diferenciada e ampliada da arquitetura, no início de 2016 fundou o escritório Ana Johns Arquitetura, com o objetivo de desenvolver de forma consciente projetos em todas as escalas. Serviço: Ana Johns Arquitetura Rua João Kososki, 357, Ecoville, Curitiba – PR - www.anajohnsarquitetura.com.br

***Dia das Crianças: voluntários visitam pacientes internados na pediatria de hospital de Curitiba***


Crédito das fotos: Divulgação.

***Em comemoração ao Dia das Crianças, o Hospital VITA promove, nesta sexta-feira (12), ação para celebrar a data e homenagear os pequenos que estão internados na unidade, localizada na Linha Verde Norte. Os pacientes da pediatria receberão a visita da “Turminha do Pentecoste”. O grupo é formado por voluntários, que se apresentam vestidos como bonecos, estilo fantoches, e têm como finalidade levar alegria às crianças que estão hospitalizadas.


Na visita, o grupo interpreta canções cristãs, além de músicas que fazem parte da cultura infantil brasileira. A iniciativa visa levar uma mensagem de fé, esperança e distrair os pequenos que estão internados. A “Turminha do Pentecoste” foi criada em 2015 e é composta por membros das igrejas Assembleia de Deus e Batista. A ideia surgiu da necessidade de despertar o interesse das crianças nas escolas dominicais das igrejas com o auxílio de fantoches que acabaram se transformando em personagens.

Serviço: Turminha do Pentecoste, visita a pacientes da Pediatria Data: 12 de outubro, sexta-feira Horário: das 9h30 às 11h30 Local: Hospital VITA - Rodovia BR 116, Km 396, nº 4021 Bairro Alto - Curitiba - PR.

Sobre o Hospital VITA - A primeira unidade da Rede VITA no Paraná foi inaugurada em março de 1996, no Bairro Alto, e a segunda em dezembro de 2004, no Batel. O VITA foi o primeiro hospital brasileiro a conquistar, no início de 2008, a Acreditação Internacional Canadense CCHSA (Canadian Council on Health Services Accreditation). A certificação de serviços de saúde avalia a excelência em gestão e, principalmente, a assistência segura ao paciente. Além disso, o VITA é um dos hospitais multiplicadores do Programa Brasileiro de Segurança do Paciente (PBSP).

Ele visa disseminar e criar melhorias inovadoras de qualidade e segurança do paciente. Integra também o grupo de hospitais da Associação Nacional de Hospitais Privados – ANAHP. O VITA oferece atendimento 24 horas e é referência nas áreas de cardiologia, cirurgia geral, neurologia, cirurgia bariátrica, medicina de urgência, urologia, terapia intensiva, traumato-ortopedia e pediatria.

Além disso, dispõe de um completo serviço de medicina esportiva, prestando atendimento a atletas de diversas modalidades; serviço de oncologia; Centro Médico e Centro de Diagnósticos. Para garantir um alto nível de qualidade nos serviços prestados aos pacientes, o VITA tem investido em ampliação da infraestrutura, tratamentos com equipes multidisciplinares, modernização dos equipamentos, humanização no atendimento, qualificação dos profissionais e segurança assistencial. www.hospitalvita.com.br

***Curso prático ensina as principais técnicas da gastronomia***

***A Espaço Gourmet Escola de Gastronomia está lançando um curso para quem quer aprender as principais técnicas da gastronomia. Destinado ao público amador, o Chef Express ensina na prática os macetes que tornam a arte de cozinhar ainda mais prazerosa.

Ao todo são seis aulas, que incluem ensinamentos de corte e habilidades com facas, caldos e molhos básicos e derivados, entradas frias e vinagretes, métodos de cocção e cozinha trivial. O curso é prático e tem como objetivo suprir as principais necessidades de um cozinheiro. As aulas são ministradas por chefs de cozinha e as turmas são de no máximo 14 alunos. A escola oferece apostila e certificado digital. As aulas de Chef Express começam no dia 15 de outubro (segunda-feira) e vão até o dia 26, sempre nas segundas, quartas e sextas, das 19h às 22h. As inscrições podem ser feitas no site da escola e na recepção (Alameda Prudente de Moraes, 129F – Mercês).

Serviço: Curso Chef Express – aula prática Espaço Gourmet Escola de Gastronomia (Alameda Prudente de Moraes, 129F – Mercês) Data: nos dias 15, 17, 19, 22, 24 e 26 de outubro - Horário: Das 19h às 22h Investimento: R$ 799,00 ou 3x de R$ 279 Mais informações no site http://www.espacogourmet.com.br ou pelo telefone (41) 3019-0437. 

Sobre a Espaço Gourmet - A Espaço Gourmet Escola de Gastronomia, fundada em 2004 em Curitiba-PR, atende a públicos variados, desde as pessoas que querem aprender a cozinhar até as que já dominam as técnicas ou apreciam comer bem. A escola oferece uma programação repleta de experiências gastronômicas, incluindo as consagradas aulas-show e aulas práticas. Oferece também os cursos Chef de Cuisine Modular, Master Chef e Master Chef Patisserie, além de eventos e treinamentos corporativos. Clique aqui e acesse a programação da Espaço Gourmet.

***Porto Seguro lança consórcio para máquinas agrícolas***


Crédito da foto: Divulgação. 

***A Porto Seguro Consórcio lançou nessa semana seu Consórcio de Veículos Pesados e Maquinário Agrícola, modalidade voltada à aquisição inteligente e planejada de caminhões, ônibus, tratores, máquinas e implementos agrícolas, rodoviários e construção civil. Sem taxa de adesão, o novo produto está disponível para pessoas físicas e jurídicas. “Após diversos estudos, desenvolvemos uma solução que apresenta a oportunidade de planejamento de compra para o público que utiliza estes veículos e máquinas para trabalhar, pensando em suas demandas específicas, como a necessidade de troca periódica do bem”, conta William Rachid, diretor da Porto Seguro Consórcio. 

Os principais diferenciais do Consórcio de Veículos Pesados e Maquinário Agrícola da Porto Seguro são a taxa administrativa competitiva e o prazo de até 120 meses para pagamento, que gera parcelas menores ao longo do plano, comparado à média de mercado, que é de 100 meses. Nos últimos três anos, o número de consorciados dessa modalidade registrou um crescimento de 33,8%, segundo dados de março de 2018 divulgados pela ABAC – Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio. 

“O consórcio é uma modalidade de investimento programado, que vem se destacando na medida em que consumidores e empreendedores entendem a importância de se organizar para compra do bem. Isso reduz o risco de gastos extras, ao permitir que o comprador esteja preparado no momento em que precisa fazer uma nova aquisição”, comenta o executivo. O Consórcio de Veículos Pesados e Maquinário Agrícola da Porto Seguro oferece cotas de R$ 150 mil a R$ 300 mil, com parcelas mensais a partir de R$ 1.503, já contemplando taxa administrativa, fundo de reserva e seguro de vida. 

No consórcio, as administradoras formam grupos de pessoas, físicas e jurídicas, com o objetivo de adquirir o mesmo bem, que contribuem mensalmente para um fundo comum. A cada mês, é realizado um sorteio para definir um ou mais integrantes que poderão retirar o dinheiro para a compra do bem desejado, a depender do montante acumulado no fundo. Além dos sorteios mensais, o consorciado pode aumentar suas chances de contemplação ofertando lances com recursos próprios, ou utilizando parte da própria cota. No caso do Consórcio de Veículos Pesados e Maquinário Agrícola da Porto Seguro, o cliente pode utilizar até 30% do valor da cota para pagamento do lance. 

“Após a contemplação, o cliente tem a opção de retirar o crédito e aumentar seu poder de compra, ou deixar o valor rendendo e resgatar quando preferir”, explica Rachid. “O apoio de um consultor de confiança, no momento de aderir ao consórcio, auxilia o comprador a identificar a melhor oportunidade, de acordo com seu perfil e necessidade. É importante considerar no planejamento o tempo em que se espera adquirir o veículo, e o valor das parcelas mensais”, finaliza ele. Para saber mais sobre o Consórcio de Veículos Pesados e Maquinário Agrícola da Porto Seguro, procure seu Gerente Comercial, Consultor de Produto ou acesse: http://www.portoseguro.com.br/consorcio-de-maquinas-agricolas-e-veiculos-pesados.

Sobre a Porto Seguro Consórcio - O Consórcio da Porto Seguro opera nas modalidades Imóvel, Automóvel e Veículos e Maquinários Pesados, com atuação reconhecida no segmento por formar grupos com excelente desempenho financeiro e baixa inadimplência; características que geram, em média, 30% a mais em excedente de contemplação que o previsto no mercado. 

São mais de 1.300 clientes contemplados por mês e a entrega de mais de 50 bens por dia. Atualmente, posiciona-se como a 2ª maior Administradora do País no segmento de imóvel. Sem taxa de juros, encargos administrativos baixos, prazos de pagamentos mais amplos e parcelas acessíveis, o consórcio viabiliza a aquisição de bens de maneira planejada, estimulando a educação financeira.

***Museu do estado são opções de lazer no feriado***


Crédito das fotos: Divulgação.

***Os museus do Estado, mantidos pela Secretaria de Estado da Cultura (SEEC), estarão abertos no feriado do dia 12/10, data reservada para homenagem da Nossa Senhora Aparecida, e quando também é comemorado o Dia das Crianças. Funcionam em horário especial o Museu Paranaense (MP), o Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR), o Museu Oscar Niemeyer (MON) e o Museu do Expedicionário (MEXP).

Os demais espaços mantidos pela SEEC permanecem em obras. O Museu Alfredo Andersen (MAA) passa por reconfiguração do espaço para exposições desde agosto deste ano. Já o Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC-PR) funciona agora em uma sala no MON desde o mês passado, para que sejam iniciadas as obras de restauro do complexo de prédios da sede do museu.


Em cartaz - Quem for ao MON vai poder conhecer as 150 obras do fotógrafo Pierre Verger. A mostra, em exibição desde o fim de setembro, reúne trabalhos das diversas fases do autor, como o cotidiano de lazer na França, as imagens feitas para a imprensa francesa, e o registro da Segunda Guerra Mundial. Pierre Verger (1902 -1996) foi fotógrafo, etnólogo e antropólogo e viveu parte da sua vida na cidade de Salvador, na Bahia.

Já quem for ao Museu Paranaense, pode conferir a história da Escola de Música e Belas Artes, na exposição "Belas Artes 70 anos: Ensinando e Produzindo Arte". A mostra conta a trajetória da escola apresentando as diversas fases e a excelência dos profissionais que passaram pela instituição. No MIS-PR, a dica é conferir a Exposição “CINEMIS”, mostra que faz um resgate da história do cinema, com fotos dos filmes clássicos do passado e contemporâneos. Estão expostos também, equipamentos como filmadoras de outras épocas, bem como livros, periódicos, cópias de filmes em DVD, cartazes de cinema e outros documentos históricos do “Acervo do Cine Morgenau”, também mantido no museu.

O Museu do Expedicionário é outra boa opção de lazer. Lá, o visitante pode conhecer um pouco mais sobre a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial, com destaque para a participação dos paranaenses no combate. Além do material histórico, materiais bélicos e armamentos utilizados na guerra pela Força Expedicionária Brasileira, pela Força Aérea Brasileira e pela Marinha de Guerra do Brasil podem ser vistos por lá.


Confira o horário de funcionamento dos museus neste feriado e final de semana

Museu Oscar Niemeyer Rua Marechal Hermes 999 Feriado, sábado e domingo das 10h às 18h. Museu do Expedicionário R. Comendador Macedo, 655 – Alto da XV. Feriado:10h ao 12h e das 14h às 17h. Sábado das 13h às 17h. Domingo fechado. Museu Paranaense Rua Kellers, 289 – Alto São Francisco Feriado, sábado e domingo das 10h às 16h. Museu da Imagem e do Som do Paraná Rua Barão do Rio Branco, 395 – Centro Feriado, sábado e domingo das 10h às 12h30 e das 13h às 16h. Museu de Arte Contemporânea do Paraná Em reforma. Museu Alfredo Andersen Em reforma.

***Secretaria da Cultura promove a 2ª Mostra de Arte Popular em Guarapuava***


Crédito das fotos: Divulgação.

***A Secretaria de Estado da Cultura do Paraná (SEEC) promove de 16 a 18 de outubro a 2ª Mostra de Arte Popular, na cidade de Guarapuava. A programação do evento conta com mesas redondas, debates, palestras, feira de artesanato, apresentações de danças típicas, como fandango, samba e hip hop, entre outras atrações. O objetivo é valorizar a produção artística cultural paranaense e viabilizar o acesso do público para essas manifestações populares. A abertura oficial do evento acontece às 19h30 no Teatro Municipal de Guarapuava, onde acontecem todas as atividades da Mostra.

“A cultura popular é a nossa identidade e temos que valorizar todas manifestações do Paraná. Esse evento contribui para que elas sejam ainda mais conhecidas. Sempre buscando descentralizar ações, a segunda edição acontece em Guarapuava, no recém inaugurado Teatro Municipal, um dos mais bonitos e bem estruturados do Estado”, comenta o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani. No primeiro dia de evento (16/10), às 9h00, acontece a reunião do Conselho Estadual da Cultura. Às 14h, será aberta a Feira de Artesanato Paranaense, que vai funcionar nos três dias do evento. Já às 20h, tem a apresentação da Orquestra de Viola Caipira de Cascavel.


Programação - No dia 16/10, a reunião do Conselho Estadual de Cultura marca o inicio da programação. No começo da tarde, às 14h, será aberta a feira de artesanato. Às 19h30, acontece a abertura oficial da Mostra, com apresentação da Orquestra de Viola Caipira de Cascavel. No dia 17/10, acontecem, às 9h, palestra sobre dinâmicas da tradição e da cultura popular no Brasil, com Liliana Porto. Na seqüência, às 10h, a doutora em antropologia da USP, professora Lorena Avellar, fala sobre culturas populares, políticas e direitos. À tarde, às 16h, tem apresentação com o Grupo de Fandango Mestre Brasilio, de Paranaguá, e às 17h, apresentação com o grupo de Cultura Indígena Jykre Há.

No último dia da Mostra (18/10), às 9h, acontece a palestra “Cultura Popular e Patrimônio Imaterial”, com a socióloga pernambucana Jacira Franca. Ainda pela manhã, uma mesa redonda, composta por técnicos e artistas populares, debate os desafios das manifestações populares e tradicionais. As atividades da manhã se encerram com a exibição do documentário “Benzedeiras de Ponta Grossa”. Durante a tarde, as atividades continuam: às 15h30, o Grupo Coletivo Afrossambas de Ponta Grossa se apresenta e às 17h, é a vez do Grupo Fogança de Dança folclórica de Maringá. Às 18h20, o grupo de Hip Hop de Londrina, Hustle Rockers divertem o público.

No encerramento, quem se apresenta é o grupo de hip-hop SULReal I'a Crew, de Apucarana. As inscrições para as palestras e apresentações são gratuitas e devem ser feitas na Casa da Cultura de Guarapuava. A Mostra de Arte Popular atende à Lei Estadual 19.011/2017, que instituiu o Dia Estadual do Fandango em 29 de novembro e a Semana Estadual de Fomento ao Fandango, com início na mesma data. O evento é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura de Guarapuava, Paraná Turismo e Conselho Estadual da Cultura (CONSEC).

Confira a programação completa

16 de Outubro | Terça-Feira: 9h às 18h | Reunião do Conselho Estadual da Cultura (CONSEC) Abertura oficial com o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani Local a ser definido. 14h às 19h | Feirinha de artesanato paranaense - 19h30 | Abertura oficial da Mostra de Arte Popular com o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani; o prefeito de Guarapuava, Cesar Augusto Carollo Silvestri Filho; e a representante do CONSEC, Doraci Senger Luy - 20h | Orquestra de Viola Caipira de Cascavel.

17 de Outubro | Quarta-Feira: 9h | Palestra | Dinâmicas da tradição e da cultura popular, com Liliana de Mendonça Porto - 10h | Palestra | Culturas populares, políticas e direitos: entre a celebração e a luta, com Lorena Avellar, doutora em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo e pós-doutoranda pelo Instituto de Artes da Unicamp - 10h às 19h | Feirinha de artesanato paranaense - 16h | Grupo de fandango Mestre Brasilio | Paranaguá - 17h | Grupo Cultural Indígena Jykre Há | reserva indígena Kaingang de Coronel Vivida - 17h50 | Senhores da Música | Ponta Grossa - 19h | Quilombo Invernada Paiol de Telha | Guarapuava.

18 de Outubro | Quinta-Feira:9h | Palestra | Cultura Popular e Patrimônio Imaterial: desafios e perspectivas, com Jacira França, socióloga (PE) - 10h às 19h | Feirinha de artesanato paranaense - 10h10 | Mesa-redonda com representantes das manifestações populares e tradicionais: Jacira Silva de França (socióloga, PE), Maria Czekaski (Fundação Cultural de Ponta Grossa), Vilma Neide Oliveira Rozera (benzedeira de Ponta Grossa), Maria Fernanda Campelo Maranhão (antropóloga do Museu Paranaense). Mediador: Isidoro Diniz - 11h10 | Exibição do documentário | Benzedeiras de Ponta Grossa (50 min) - 15h30 | Grupo Coletivo Afrosambas | Ponta Grossa - 17h | Grupo Fogança | Maringá - 18h20 | Grupo de hip-hop Hustle Rockers | Cascavel - 19h | Encerramento com o grupo de hip-hop SULReal I'a Crew | Apucarana Programação sujeita à alteração.

Serviço: 2ª Mostra de Arte Popular De 16 a 18 de outubro Teatro Municipal de Guarapuava. Rua Padre Chagas, 3151. Guarapuava/PR Inscrições: Casa da Cultura de Guarapuava (42) 3621 - 4584 ou Coordenação de Ação Cultural da SEEC (CAC) pelo e-mail cac@seec.pr.gov.br ou (41) 3321-4779 Mais informações: (41) 3321-4779, ou site - www.cultura.pr.gov.br.

***Construtora Laguna apoia evento de tênis no Graciosa Country Club***


Crédito da foto: Divulgação.

***Pela primeira vez, a Construtora e Incorporadora Laguna será um dos apoiadores do XLI Torneio de Natal, tradicional competição de tênis organizada pelo Graciosa Country Club. A empresa será uma das incentivadoras do torneio marcado para ocorrer até 16 de dezembro na sede do Graciosa Country Club, em Curitiba. O apoio da construtora ao evento reforça a valorização do esporte. “O tênis é um esporte que desperta cada vez mais o interesse das pessoas no país.

A Laguna acredita que patrocinar um evento tradicional como o realizado no Graciosa Country Club seja uma forma de contribuir para a promoção da prática esportiva, além de incentivar os competidores amadores”, explica André Marin, diretor de incorporação da Laguna. Durante o evento a Laguna apresentará seu mais novo lançamento. O Espaço do Almáa Cabral, em parceria com a Artefacto, terá ações como massagem, pipoca gourmet e quiz com recompensas relacionadas ao bem-estar e à natureza, além de fornecer informações sobre o novo empreendimento.

Sobre a Construtora e Incorporadora Laguna - A Construtora e Incorporadora Laguna atua desde 1996 no mercado imobiliário. A empresa é referência na construção de edifícios residenciais, comerciais e corporativos de alto padrão. A Laguna tem como principal conceito a inovação nos empreendimentos desenvolvidos que, além de exclusivos, estão localizados nas regiões mais disputadas de Curitiba. A Laguna é a empresa do setor com maior número de projetos sustentáveis certificados ou em processo de certificação na Região Sul do país.

Já são quatro projetos certificados pelo Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), um pré-certificado também pelo LEED e um em processo de certificação pelo GBC Condomínio: selos Gold e Silver para o Centro de Distribuição de São Carlos (SP), Gold para o Edifício 2820, Platinum para o escritório Laguna Edifício 2820, a pré-certificação Gold para o LLUM e ROC Batel em processo de certificação GBC Condomínio. Mais informações no site www.construtoralaguna.com.br ou pelo telefone (41) 3259-1800.

***Santa Mônica promove atividades especiais em comemoração ao Dia das Crianças***


Crédito da foto: Michelle Lara.

***Em comemoração ao tão esperado Dia das Crianças, no dia 12 de outubro acontecerá no Santa Mônica, a Festa da Criança e a Feira da Troca, que serão eventos voltados para que pequenos possam se divertir, interagir com outras crianças e fazer atividades recreativas. Os eventos acontecem no período da tarde na Área de Lazer e no Salão Social, respectivamente.

A Festa da Criança terá Praça de Alimentação e várias atividades como gincanas, show artístico com Super-Heróis e Princesas, além de brinquedos infláveis para aproveitarem este dia com muita alegria. A festança vai acontecer a partir das 12h até às 19h, na Área de Lazer. A entrada é franca para os associados, já para os convidados de 13 a 59 anos, os ingressos terão o custo de R$30 na Secretaria do Clube.

E para estimular a interatividade e o consumo consciente simples e alternativo, será promovida simultaneamente, a VI Feira da Troca voltada para que as crianças desapeguem de roupas, livros e brinquedos que há muito tempo não são usados, e que estejam em bom estado. Assim, poderão alegrar outras crianças. No evento, elas poderão trocar, vender ou comprar os itens a custo acessível. A Feira da Troca que acontecerá das 12h às 18h, no Salão Social, é destinada a crianças (associadas ao Clube) a partir de 7 anos, com inscrições gratuitas.

***Dia das Crianças para família toda no PKB***


Crédito das fotos: Divulgação.

***Que tal presentear as crianças - inclusive a que existe dentro de você - com uma programação incrível e repleta de diversão? Faça chuva ou sol, o ParkShoppingBarigüi apresenta um roteiro completo para crianças e adultos neste feriado do dia 12 de outubro, incluindo os novos jogos e brinquedos da HotZone, que reinaugurou nesta semana com novo layout. A diversão no shopping pode começar pelo PKB Fun Park. Toda a família pode aproveitar a Incrível Roda Gigante e o Chapéu Mexicano.

Durante o passeio, a parada obrigatória é na HotZone. O parque indoor passou por uma reforma e está totalmente repaginado, com novas atrações para crianças e adolescentes. A principal nova atração é o Robocoaster, equipamento único no Brasil e América do Sul. Os assentos do brinquedo são acoplados a um braço mecânico gigante, com seis eixos, capaz de realizar movimentos extremamente rápidos com rotação em 360 graus.


A HotZone do PKB conta também com duas outras atrações inéditas de realidade virtual aumentada. O Valo Climb, uma parede de escalada que se transforma em um ambiente repleto de diversão, e a Magic Ball, um jogo de arremesso de bolinhas em uma tela gigante. Outra atração nova é o X-Rider, um incrível simulador de montanha-russa em 4D. A lista de novidades ainda tem Outrun II, Star Wars POD Racer, Transformers, Mario & Sonic nas olimpíadas do Rio e Luigis Theater.

Mais diversão - Após passear pelo mall do shopping com o Trenzinho PKB, a sugestão para crianças a partir de quatro anos são as oficinas de Slime, febre entre a criançada. Os adultos também se beneficiam dessa brincadeira, pois ela relaxa e diminui a ansiedade. As oficinas de Slime acontecem nos dias 12 (16h, 17h30 e 18h45), 13 (14h, 15h30, 17h00 e 18h15) e 14 (14h, 15h30, 17h00 e 18h15).

Para incrementar o passeio no feriadão, a família tem até o dia 14 de outubro para aproveitar a exposição Transformers na praça central do ParkShoppingBarigüi, com os personagens Bumblebee e Optimus Prime. Para completar a programação, o Cinemark tem cinco boas opções de filmes para toda a família: Cinderela e o Príncipe Secreto, Pé pequeno, Fantástica: Uma Aventura no Mundo Boonie Bears, Goosebumps 2: Halloween Assombrado e Tudo por um pop star. Entre uma atração e outra, a sugestão é reabastecer as forças com um bom lanche e um saudável almoço na praça de alimentação do shopping ou no ParkGourmet.

Serviço: Dia das crianças PKB Horários de funcionamento: 12/10: Lojas: 14h às 20h; Praça de Alimentação: 12h às 21h; Drogaria, Kids Park: 13h às 20h; Park Gourmet: 12h às 22h; HotZone: 13h às 21h; Cinemark: de acordo com a programação. Nos dias 13 e 14 o shopping funcionará em horário normal.